Maio 26, 2021

Ir às compras com as crianças não é tarefa fácil, mas pode ser facilitado se bem trabalhado.

E porque cada vez mais, a vida de todos é muito acelerada, devemos incluir as crianças nas decisões importantes no que toca aos gastos, porque quanto mais cedo acontecer mais rapidamente percebem a sua importância e dão o devido valor.

A ida às compras é um desses exemplos, onde devemos incluir as crianças em todos os processos desde a pesquisa do que é necessário comprar até à preparação da lista e terminando nas compras onde a criança deve ser ela a orientar as compras.

Levar as crianças às compras não pode ser sinónimo de gastar mais, daí ter as crianças envolvidas importante e por isso é que os pais têm um papel representativo neste processo.

Para tornar a vida dos pais mais fácil, aqui ficam 5 dicas:

  1. Assim como nós não devemos ir às compras com fome, no caso das crianças não é exceção, até porque desta forma deixa de correr o risco de ter de fazer compras supérfluas e acabar por fugir do seu orçamento.
  2. Não leve as crianças cansadas às compras, não vão estar focadas em ajudar os pais, e podem fazer com que tenha que acelerar as compras e comprar coisas que não precisava verdadeiramente ou ficar alguma coisa por comprar e ter que voltar, logo mais custos.
    Também pode significar que os pais possam ter de comprar guloseimas para os acalmar e implica gastar mais e não é de todo a solução mais adequada.
  3. Aproveite a ida às compras, para que o seu filho comece a perceber a importância de dar prioridade aos bens essenciais em relação aos bens não essenciais. Envolver as crianças nos custos dos produtos, na sua importância por prioridades e como devemos fazer a gestão do nosso dinheiro, é um passo importante para a vida das crianças.
  4. As crianças devem levar a lista das compras e ajudar a criá-la, vendo com os pais as compras essenciais analisando a dispensa e frigorifico ao detalhe, para que percebam que é importante saber extamente o que é necessário comprar e em que quantidades, para evitar o desperdício.
  5. A criança pode e deve levar o seu brinquedo favorito, desde que não ocupe muito espaço, pode ser útil para se sentir entretido(a), enquanto espera na fila para pagar por exemplo.

Portanto, os pais podem e devem desempenhar um papel fundamental e que pode influenciar positivamente a forma de lidar com o dinheiro e como pode ser feita o controlo de gastos lá de casa, no que toca a compras relacionadas com a alimentação.

Outros artigos

A educação financeira deve começar a ser ministrada aos mais novos pelos pais, em casa, desde tenra idade. A importância …

A educação financeira pode e deve começar no seio da família. Em determinadas idades a aprendizagem é mais fácil se …

Em certas idades as crianças gostam de estar sempre a brincar e nós pais podemos e devemos fazer parte dessas …

A educação financeira deve começar a ser ministrada aos mais novos pelos pais, em casa, desde tenra idade. A importância …

A educação financeira pode e deve começar no seio da família. Em determinadas idades a aprendizagem é mais fácil se …

A educação financeira deve começar a ser ministrada aos mais novos pelos pais, em casa, desde tenra idade. A importância …

A educação financeira pode e deve começar no seio da família. Em determinadas idades a aprendizagem é mais fácil se …