Little girl and dad saving money in piggy bank

O meu primeiro mealheiro – para que serve?

Neste mundo ainda muito consumista, é necessário mostrar às crianças desde cedo, a importância do dinheiro e nada melhor do que um mealheiro fazer parte da sua vida. As crianças quando recebem o seu primeiro mealheiro, olham para ele com admiração e respeito.

Neste mundo ainda muito consumista, é necessário mostrar às crianças desde cedo, a importância do dinheiro e nada melhor do que um mealheiro fazer parte da sua vida.

As crianças quando recebem o seu primeiro mealheiro, olham para ele com admiração e respeito.

As crianças aprendem muito em casa para além da escola e é com a família que se deve criar a diferença e mostrar desde cedo aos mais pequenos, que o mealheiro deve ser um aliado para poupar para o futuro.

O mealheiro aleado a incentivos por parte dos pais, em mostrar que é bem mais interessante receberem prendas de aniversário em dinheiro e ir enchendo o mealheiro para concretizarem sonhos futuros, faz toda a diferença.

Um mealheiro serve para criar objetivos para a concretização de sonhos. Sonhos? Sim! As crianças mais pequenas que têm um mealheiro, gostam de ser elas a colocar lá o dinheiro e de saber que estão a juntar para comprar algo com dinheiro que é delas.

Criar esta responsabilidade nas crianças desde cedo, ajuda-as a crescer com um olhar diferente no que toca aos gastos e caso seja criado o hábito de poupança desde logo, tendo um mealheiro com a definição de objetivos em conjunto com a família e que possam ser por exemplo de prazos curtos com valores inferiores, podem despertar na criança o desejo de querer chegar lá. Ou seja, a criança pode juntar por exemplo, para comprar um boneco e com a ajuda da família, vai acompanhando quanto falta para lá chegar e assim que consiga a família deve lhe dar os parabéns por ter alcançado esse mesmo objetivo e ser a criança a pagar pelo boneco com o dinheiro do seu mealheiro.

Os pais são sem dúvida essenciais no processo e através de bons exemplos, podem mostrar às crianças que é possível e a criação de regras pode e deve fazer parte do processo. Umas das regras principais para a criança e o mealheiro é que deve perceber que um dos objetivos principais não é gastá-lo todo, porque depois vai demorar mais a juntar novamente, e transmitir a ideia de ir gastando, conforme vai precisando. Desta forma a criança percebe também a criação de prioridades nos gastos dela e vai se apercebendo como gerir o seu dinheiro, com o acompanhamento bem de perto dos pais.

E como nas escolas não se ensina a poupar ou a saber gastar o dinheiro por exemplo, é em família que deve ser feito esse trabalho. Muitas famílias também elas têm dificuldades em transmitir estes conceitos, porque elas mesmas não os utilizam, logo está na altura que colocar as crianças a saber mais sobre o dinheiro e porque não começar com um mealheiro?

Para que a criança tenha a perceção do que vai tendo uma responsabilidade com o seu mealheiro, deixo uma dica: compre um que seja transparente para que possa ter a noção real do valor que vai ponto e da sua evolução, e a família pode também ter um mealheiro para juntar dinheiro, para uma utilização do valor por exemplo, para passar mais tempo em família.

Portante desta forma, todos juntos conseguem trabalhar para o mesmo fim, juntar dinheiro com um objetivo.

Outros Posts